Os bons são maioria

Falta de esperança, tristeza, medo, descrença, insegurança, desilusão, desesperança novamente! Se você é brasileiro e ama seu país, se cria seus filhos ou pretende tê-los aqui no Brasil, acredito que esses devam ser sentimentos que habitam seu coração agora.

Corrupção endêmica, institucionalizada; falta de caráter; crises política e econômica; “jeitinho brasileiro”; país “desgovernado”: alguns ou os principais motivos que levam você a experimentar tantos sentimentos negativos de uma só vez.

Se você se sente um pouco assim ou exatamente assim, eu venho lhe fazer um convite. Por que a partir de hoje você não deixa os “dois lados” de lado? Por que a partir de hoje você não deixa de ser “coxinha” ou “petralha”? Pára de defender o partido A ou B? O político A ou B? Convido você a deixar esse “time” de lado e vestir a camisa da sua nação, a lutar pelo Brasil de todos os lados.

Nesse momento de profunda desesperança, eu sugiro que você tenha o seu FOCO no BEM. Falo FOCO porque acredito que tudo aquilo que damos mais atenção costuma naturalmente crescer mais rápido.

Se vir alguém furando fila, ceda na mesma hora o seu lugar para um idoso ou uma gestante; se entrar no elevador e seu vizinho estiver olhando o celular de cabeça baixa, dê bom dia e pergunte como vão os seus filhos, se estão bem; converse com seu porteiro e divida com ele a pizza do domingo à noite; gere um filho; doe sangue; faça alguém feliz; tenha ATITUDES do BEM.

Acredite, você pode fazer parte do grupo dos BONS, aqueles que fazem desse mundo um lugar melhor. Sabe por quê? Porque “os bons são maioria”!

A palavra AMOR aparece 1.100.000.000 vezes no Google, enquanto a palavra ÓDIO aparece “apenas” 130.000.000, isso significa que o AMOR é citado em páginas na internet quase 10x mais. Existem razões para continuar acreditando.

Que a partir de hoje, o Reino do Bem seja o seu FOCO!

Maria Eduarda Mello,
Presidente do Novo Jeito